Guia básico de Pit Fire

Queima a lenha no buraco ou pit fire

Dimensões

  • Largura 1 m

  • Profundidade 1 m

  • Comprimento 1,5 m ~ 4 m

Material

  • Para chaminé

  • 2 manilhas (diâmetro= 10 cm; altura= 1,2 m de altura)

  • 8 tijolos

  • Para queima

  • 2 metros cúbicos de lenha grossa e fina

  • 2 a 3 sacos de 100 l de serragem

  • Papelão e jornal

  • Fósforo

  • Para tampar

  • 2 placas de metal ondulado (com furos para encaixar as manilhas)

  • Para controlar a chama

  • Baldes com água

  • Terra

  • Para montagem do forno

  • Placas ou mantas refratárias

  • Tijolos

  • Para dar manchas extras

  • Sal de cozinha

  • Carbonato de cobre

  • Fio de cobre

  • Para não manchar

  • Barro/ barbotina

Peças de Cecilia Akemi

Terra sigillata

  • 1º - Pesar e moer no almofariz com um pouco de água destilada

  • 2º - Colocar tudo dentro de uma garrafa pet e terminar de misturar

  • 3º - Deixar descançar por 48h. Cortar a garrafa com estilete, um pouco acima do limite da água com a terra sigillata decantada, conforme demonstrado na imagem acima (coloque sobre uma bacia para escorrer)

  • 4º - Passar de 4 a 5 camadas na peça em ponto de couro e polir.

Montagem do forno

  1. Chaminés: uma em cada canto oposto, sobre quatro tijolos colocados dois a dois, deixando um espaço no meio para passagem de oxigênio. Cuidado para não obstruir essa passagem

  2. Serragem: forra todo o chão com uns 10 cm de serragem

  3. Isolamento: nas laterais, junto à parede, colocar 10 a 15 cm de madeira bem grossa

  4. Peças

  5. Madeira: começamos fazendo uma trama com tábuas para proteger as peças. Em seguida colocamos as madeiras mais grossas, as mais finas, terminamos com gravetos e papelão para acender o fogo

  6. Tampa: para abafar.

Tentando controlar as manchas

A serragem provoca manchas pretas. Podemos evitá-las isolando a peça com placas refratárias, manta cerâmica ou tijolos.

Ou provocá-las jogando mais serragem por cima, dentro das peças abertas, onde quiser.

Quanto mais fina a serragem, mais intensa a mancha.

O carbonato de cobre provoca manchas avermelhadas, alaranjadas e acobreadas.

A maneira mais eficiente que já experimentei foi colocando- o em recipientes, sobre sal de cozinha. Quando a temperatura sobe, o vapor mancha a peça. Podemos colocar a mistura sobre a serragem, fazer bonecos em jornal, jogar por cima das peças, etc. Aqui está um espaço aberto para suas experiências.

Obs.1: o degradê cinza- esverdeado que acontece nas peças de barro vermelho, ao redor da mancha preta provocada pela serragem, é lindo (é a redução do óxido de ferro do barro).

Obs.2: podemos usar vários tipos de barro, engobes, terra sigillata, talco, polimento, variar a temperatura de biscoito entre 700°C a 1000°C...

Um campo imenso de possibilidades para explorar!

O fogo

Começamos colocando o fogo em vários pontos de maneira bem uniforme.

Se a madeira estiver queimando muito rápido, controlamos jogando terra, água, cuidando para não molhar muito e pondo mais madeira se necessário.

Depois de ter certeza que a madeira vai continuar ardendo, tampamos, abafando o fogo.

Continuar observando a fumaça por três ou quatro horas. Se diminuir, abrir um pouco a tampa.

O importante é que continue saindo bastante fumaça, uniformemente por todos os lados e aos pouco pela chaminé.

Deixar queimando até o dia seguinte pelo menos. As cinco primeiras horas são as que precisam de mais atenção.

Livro de apoio

“Sawdust firing” de Karen Hessenberg.

Destaques
Postagens recentes
Arquivo
Procurar por tag
  • Facebook Clean
  • White Instagram Icon
  • mail3.png

#ateliececiliaakemi

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now